sábado, 1 de abril de 2017

... ENTREVISTA COM SÃO BENEDITO ...

... Ele faz aqui uma espécie de chamada de atenção ...

PEDI A ELE dias atrás uma entrevista e agora quase perto da sua procissão ele me concede uma parte na sacristia da Igreja da Matriz e a outra parte na casa de Dona Lolô uma Angrense que merece todo o respeito e a escolha dos locais não foi minha foi dele no que eu tive que acatar afinal de contas perfeita ...
ELE ME permitiu apenas 3 perguntas, não mais, porque segundo ele, está muito ocupado com os preparativos da sua festa no Município de Angra dos Reis e das Rainhas ...
1 PERGUNTA - o que o Senhor acha da degradação econômica que foi feita ao longo dos anos na cidade e no Município - RESPOSTA - ele com a fisionomia muito triste disse que os culpados são os apedeutas da política ...
2 PERGUNTA  - qual é a solução a curto prazo para reverter toda essa degradação que está sendo herdada pelo novo gestor - RESPOSTA - só existe uma saída para esse caos herdado, única e honrosa, onde os moradores e o povo em geral precisam se unir em torno da oração - da penitência e do trabalho honrado e diário. Os políticos precisam entender que os seus cargos são transitórios e como tal, precisam exerce-los de uma maneira transparente cumprindo aquilo que foi dito por eles mesmos quando das suas andanças para o pleito, o exemplo está nas formigas e seus formigueiros, separados são poucos e vulneráveis, mas quando juntos e unidos por um ideal são imbatíveis ...
3 PERGUNTA - o Senhor sabe que a insegurança está muito grande e como poderemos mudar esses quadro - RESPOSTA - a oração - a penitência - o trabalho comunitário na sua forma mais pura e leal. Investir nas comunidades de uma maneira total com toda a infra estrutura que o governo Municipal pode e deve fazer, não cuidar só dos apadrinhados e nem distribuir benesses e nem fazer qualquer tipo de restrição a quem quer que seja. O que causa mau estar numa comunidade é o protecionismo e a criação das castas emergentes ...
AGRADECI a entrevista e ele se retirou como veio do nada para o tudo ..................