sexta-feira, 28 de abril de 2017

... XICO XAVIER E ANGRA DOS REIS ...

 ... SE VOCÊ CRÊ BEM - SE NÃO CRÊ AMÉM ...

NUNCA me atrevi a sequer a comentar sobre o que me disseram quando aqui cheguei ...
NÃO FORAM as Bocas de Mathilde que me contaram sim pessoas nascidas no lugar e sempre a mesma história sem exageros, não se aumentando e nem se diminuindo uma virgula e eu sempre ouvindo e me calando ...
MAS conta-se por aqui que quando Xico Xavier voltava de uma visita a Paraty, pediu ao motorista do carro que ele parasse o carro no trevo de Angra antes dele entrar na cidade ...
ASSIM foi feito, o carro parou e ele desceu e começou a admirar a Baía de Angra e depois de algum tempo olhando ele entrou no carro e pediu que o motorista não entrasse na cidade ...
O MOTORISTA ponderou que a cidade o aguardava no que ele retrucou, que não entraria porque a cidade tinha e ainda deve ter uma nuvem negra sobre ela ...
O MOTORISTA de novo ponderou que aqui se chove muito no que novamente Xico tornou a retrucar que não era nuvem de chuva e sim de muita energia negativa e não só a nuvem, mas também no mar ele via na Baía muitos náufragos em cima da água e que lutavam como se ainda estivessem encarnados ...
O MOTORISTA diante de tantas palavras estranhas dita pelo Xico, não restou ao condutor do carro seguir viagem para o RJ ...
ESSA é a história que me contaram e que ainda é contada pelos próprios Angrenses de uma forma constrangida ...

quarta-feira, 26 de abril de 2017

... O MARAVILHOSO OUTONO ...

... OUTONO É A ESTAÇÃO DO ANO MAIS SENSATA ...

SENTADO num banco debaixo de uma árvore onde as amêndoas e as folhas caem com o vento agradável e brando a beira mar ...
ELAS ESTÃO frondosas e carregadas de frutos ainda amadurando e hoje no primeiro dia de uma lua nova que traz tudo de bom e de útil em forma de luminosidade ...
FICO observando esse Ballet que me faz voltar no tempo em que na praia da Guarda na Ilha de Paquetá e eu com os meus 10 anos jogava o meu futebol todas as tardes, e na calçada da praia dezenas de Amendoeiras formavam um grande corredor, e as frutas deixava o chão de saibro da rua assim com a areia salpicada de vermelho ...
A MIM ME parece que o Outono é a das estações do ano a mais agradável e mais sensata porque não faz calor excessivo e nem esfria demasiadamente a não ser o calor da manhã e o esfriamento da noite ...
NO OUTONO se renovam todas as folhas de uma árvore e consequentemente se processa uma renovação dentro de um ciclo que coloca o arvoredo com uma revitalização maravilhosa ...

terça-feira, 25 de abril de 2017

... MENSAGEM NA GARRAFA ...

... DESDE OS TEMPOS DOS NÁUFRAGOS É USADO ...

ESSE TIPO de comunicação acontece quando o desespero chega ao seu limite e pensando nessas situações é que quando eu caminhava na beira de uma das praias poluídas do Município em que resgato débitos antigos ...
NUMA MANHÃ dos primeiros dias do mês de Abril, um tempo nublado e até ameaçando chuva ...
DE REPENTE vejo boiando uma garrafa de plástico d'água com alguma coisa dentro, que parecia ser um papel e não dando para apanhar porque ainda estava distante, esperei que o vento que não era muito forte, colaborasse comigo ...
DEPOIS de algum tempo ele colaborou e ela chegou bem perto das minhas mãos dando para apanha-la e abri-la, só que a tampa estava emperrada talvez pelo tempo que flutuou ...
CORTEI a garrafa com uma faca velha que algum pescador abandonou na areia, abri o papel dobrado e com a data de Novembro 1989, estava escrito numa folha de papel de caderno que deve ter sido rasgado as pressas, com uma letra não muito firme e nem tanto caligráfica, ou seja com uma caligrafia sofrida e escrita num Português sofrível, mas parecendo ser de uma pessoa interiorana e com problemas de dislexia, porque nas palavras eram trocadas as letras das consoantes ...
A REDAÇÃO não era política - não era pessoal e muito menos Religiosa - era simples e evasiva ...
MENSAGEM   ... O POVO LENTO NA SUA ACEITAÇÃO SINALIZA EM DIREÇÃO A FALTA DE CULTURA QUE PREJUDICA EM TUDO O SEU DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL ...

domingo, 23 de abril de 2017

... MARIO VIANNA ...

... NA VERDADE MARIO GONÇALVES VIANNA ...

FEITA ESSA correção pequena, ele era folclórico, porque criou o seu próprio marketing sem a ajuda de ninguém - e a propósito eu ontem dormi em estado de graça porque vi prevalecer o futebol jogado na bola e limpamente por um time o FLUMINENSE FC enquanto o CR Vasco da Gama se preocupou em agredir mostrando completo despreparo psicológico e técnico e com isso comecei a me lembrar e a me perguntar se não temos árbitros com a capacidade de coibir tais comportamentos ...
E ME LEMBREI que antigamente havia árbitros, como Alberto da Gama Malcher - Eunápio de Queiroz - Sansão - Armando Rosa da Castanheira Marques e o grande Mario Vianna ...
SE BEM QUE ele não era dessa turma era antigo, eu não cheguei a vê-lo arbitrar, mas contava-se na época, e hoje não mais porque a memória se perdeu, que quando ele arbitrava, nenhum jogador se atrevia a fazer o que fazem hoje, toda essa pantomima de se rolar no chão e gritar, no seu tempo, não havia cartão amarelo e nem vermelho, a repreensão era feita no gogó e as expulsões eram normais, quando a falta era violenta chegava-se a expulsar até cinco jogadores de um time ...
MARIO VIANNA não dava chance ao jogador de falar ou discutir, ele partia pra cima do jogador e ameaçava dar uns tapas nele, e a sua fama de policial da tropa de choque da Policia Especial do Estado da Guanabara e faixa preta de defesa pessoal o credenciavam para impor respeito ...
ESSES POLICIAIS não usavam armas, usavam cassetetes de madeira ou taco de Beisebol e se o choque levava algum ladrão, se dizia logo que ele ia ver papai do céu, porque o quartel era no morro de Santo Antonio no largo da carioca no RJ ...
SEU APELIDO era titio, não tolerava acomodação nas arbitragens, já que era comentarista da rádio Globo onde tinha nos comentários João Saldanha e nas narrações Jorge Cury e Waldyr Amaral ...
FOI ELE que botou o apelido de soprador de apito no árbitro que apitava mau, e as vezes ele gritava da cabine, "vou descer", assim como e seu "errouuu", eram bordões que eram a sua marca registrada ...
O MARACANÃ todo ouvia os seus comentários, porque ecoava nos radinhos de pilha da época ...
UNS DIZIAM que ele era Botafoguense outros que era Americano, na verdade era torcedor do São Cristóvão FR, onde ele foi campeão carioca de futebol como goleiro nos anos de 1920 e chegou a remar também pelo clube ...
ESPIRITA confesso e praticante e morador da minha adorada URCA ............................